Aluguel: queda nos comerciais, aumento nos residenciais - Entrevista com Leandro Ibagy

Por Assessoria de Comunicação CRECI-SC

19 de Maio de 2016

                Centro de Florianópolis. Uma pequena passeada entre as ruas Trajano e Tenente Silveira confirma uma tendência: lojas estão fechando ou procurando locais mais em conta para continuar seus negócios. Porém, a mesma crise que ocasiona a queda no aluguel de lojas e salas comerciais, faz com que cresça o aluguel de unidades residenciais. Para explicar um pouco deste dinamismo do mercado imobiliário entrevistamos o Corretor de Imóveis Leandro Ibagy.

 

1 - Quem passa pelo comércio de Florianópolis certamente não encontra dificuldades para avistar placas de “aluga-se”. O senhor acredita que esse é um dos reflexos do atual momento econômico que o país atravessa?

Sem dúvidas. O mercado imobiliário faz parte da atividade econômica nacional e com enorme representatividade. Com o cenário atual de queda da confiança, inflação elevada, crescimento do desemprego, dentre outros fatores e problemas, natural o incremento de oferta de unidades comerciais na seara locatícia.

 

2- Podemos afirmar que o impacto maior foi no imóvel comercial, já que nesse momento quase ninguém está abrindo novos negócios. É possível saber o quanto caiu à procura por esse tipo de aluguel?

Na verdade o impacto negativo foi apenas nas locações comerciais. Perceptível uma queda acentuada na velocidade dos negócios e uma retração na procura destes imóveis. De outro norte, os fatores acima apontados, além da elevada taxa de juros, tem gerado um incremento no volume de locações na área residencial. Alguns indicadores apontam uma melhora de quase 50% no fechamento destes contratos no último semestre.

 

3- Estão acontecendo pedidos de renegociação por parte dos inquilinos? Os proprietários estão se rendendo?

Existem alguns casos que estão sendo tratados mediante negociação no término dos contratos. Exercício inverso já foi realizado no momento de expansão da atividade econômica. Podemos assegurar que os casos tem merecido atenção destacada dos locadores, em especial diante de inquilinos que apresentam um ótimo histórico de pontualidade no pagamento dos locativos.

 

4- Quais os tipos de imóveis comerciais estão apresentando mais recuo?

Em geral lojas, mas, tudo depende da região e o valor que se esta pagando no local.

 

6 – Que saídas os proprietários e corretores de imóveis devem buscar para esse momento?

Diálogo, parceria, trabalho  e paciência. Fundamental termos a percepção do momento que se vive para a adequada tomada de decisão. Não podemos ainda asseverarmos com total convicção que o pior já passou, mas, as movimentações recentes na área política e econômica nos proporcionam pensar neste viés. O mercado imobiliário, como de resto todo o setor econômico, precisa recuperar a confiança no investimento. Se o Governo Federal der o exemplo equilibrando a sua balança fiscal, temos a certeza de que em breve iremos retomar o crescimento vivenciado até 2013.

Rua Trajano, 279. Edifício Trajanus, salas 101 e 102. Centro. Florianópolis | SC - CEP: 88010-010

CNPJ: 82.894.098/0001-32

Horário de funcionamento na sede: de segunda a sexta, das 9h às 18h.