Estratégias para enfrentar a crise

12 de Fevereiro de 2016

A economia brasileira vive um momento nada animador, e é chegada a hora dos Corretores de Imóveis terem positividade, confiança e principalmente mostrarem as habilidades que o momento exige para lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão da situação. Pensando nisso, o CRECI-SC conversou com Corretores de Imóveis de diversas regiões de Santa Catarina para sabe o que eles estão fazendo para superar este momento. Separamos algumas dicas para servir de inspiração para você que ainda está com medo da crise e não começou a se mexer.

 

Marisa Bussolo

Corretora de Imóveis

CRECI – 13022/F

Lages/SC

“Em momentos de crise precisamos dar o nosso melhor e buscar alternativas. Eu busco aquele cliente que tem dinheiro aplicado em banco e está preocupado. Pra mim este é um cliente em potencial pra investir em imóvel. este é o momento para vendas à vista. Outra dica é nos reciclarmos, porque quando identificamos e aprimoramos nossos talentos os resultados aparecem com maior rapidez, nossa carreira evolui e nos sentimos mais produtivos. Seja a pessoa certa no lugar certo”!

 

Ronaldo Tomaz Corrêa

Corretor de Imóveis

CRECI – 14545/F

Navegantes/SC

“O mercado de trabalho para os corretores não está nada fácil, estamos enfrentando um momento difícil na economia brasileira, e é neste momento que precisamos nos unir. É importante consolidar parcerias com outros corretores e imobiliárias. Essa prática sempre foi muito sadia e muito importante para o mercado imobiliário e é através das parcerias com os bancos, por exemplo, que podemos oferecer aos clientes a oportunidade de créditos imobiliários e utilização de FGTS, aos imóveis de baixo valor. Acredito que esta crise fará com que os corretores falem a mesma língua no momento da avaliação dos imóveis para o mercado, contribuindo dessa forma para a estabilização na economia. Devemos passar ao investidor que a crise é algo passageiro e que o mercado imobiliário ainda é o melhor investimento”.

 

Vitaliano Tonkiel

Corretor de Imóveis             

CRECI – 18970/F

Maravilha/SC

   “No momento muitos querem compartilhar até a dor. Quando me perguntam como estão os negócios não digo que está fácil, pois estaria mentindo. Respondo sorrindo que o mercado está diferente, que estamos trabalhando o dobro para ganhar a metade, assim que me questiona fica satisfeito e eu não preciso dar detalhes. Menciono para a nova geração sobre outras crises que aconteceram no Brasil e que a minha geração enfrentou. Tento passar isso como exemplo de superação. Também tenho ficado o menor tempo possível no escritório, pois acredito que visitas e bate papos pessoalmente nunca serão substituídos pelas máquinas, principalmente em tempos difíceis onde um abraço e um aperto de mão tem seu valor. Também adotei uma postura positiva no dia a dia praticando caminhadas, leituras e momentos de oração que tem me trazido a paz interior. Converso muito com a minha família, pois eles também estão no mesmo barco que eu e é melhor nos abraçarmos do que eu ficar emburrado pelos cantos contaminando ambientes e pessoas. Nos dias atuais um Corretor de Imóveis precisa fazer visita, captação de imóvel, anúncios na internet, colocar a placa,  ele mesmo atender e retornar os telefonemas,  ir ao banco, ao correio, fazer a venda, redigir os contratos e chegar mais cedo no trabalho para assim viver seus dias ocupado, dormindo melhor e acordando renovado”.

 

 

Fabiane Schlindwein

Corretora de Imóveis

CRECI – 12826/F

Balneário Camboriú/SC

 

   “O corretor de imóveis, assim como um gestor financeiro, tem de apresentar bons resultados, ou seja, valorizar o investimento seja de tempo, dinheiro ou confiança. A atenção ao cliente, como sempre, é o primeiro passo. Ele quer se sentir único, alvo de nossas melhores propostas. É óbvio, ninguém pretende ter prejuízo ou gastos imprevistos, ainda mais em tempos de crédito escasso. Entenda o cliente! Apresente aquilo que você mesmo compraria ou abra espaço para outras opções, sem subestimar a inteligência do comprador com propostas de má qualidade. Apresente pontos positivos, mas não esqueça de mencionar eventuais problemas – e suas soluções. Conquistar a confiança abre portas para futuros clientes através de indicações. Tornar-se referência de qualidade é uma das melhores estratégias de marketing. Por fim, inspire-se nos melhores. Perceba quais atitudes nos fazem voltar a determinado comércio ou serviço, na forma como gostaríamos de ser tratados.  Reinvente-se e saiba utilizar a crise à seu favor.”

Rua Fúlvio Aduci, 1214. 10° andar - Estreito, Florianópolis | SC - CEP: 88075-001

CNPJ: 82.894.098/0001-32

Horário de funcionamento na sede: de segunda a sexta, das 9h às 18h.