CRECI-SC
Transparência e Prestação de Contas

Presidente do CRECI/SC fala sobre golpes e exercício ilegal da profissão em entrevista ao jornal ND

4 de Dezembro de 2023

Leia a entrevista que o presidente do CRECI/SC, Fernando Willrich, deu ao jornal Notícias do Dia (ND), publicada na edição deste final de semana.

 

Alerta para o golpe do imóvel

 

Os golpes no aluguel de temporada, alertados pela coluna na edição desta sexta-feira (1º), estão na mira do do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Santa Catarina de forma permanente e com mais intensidade a partir do início de janeiro, quando começa uma campanha de alerta à sociedade. O CRECI/SC chamará a atenção para as “ciladas”, “armadilhas” e “emboscadas” de verão, sempre reforçando a necessidade de os negócios serem feitos com corretores de imóveis credenciados. O presidente do Conselho, Fernando Willrich, fala sobre o assunto:

 

Quais os problemas mais comuns com os aluguéis neste período de temporada de verão?

 

Fernando Willrich - Neste período do ano são comuns as ofertas de imóveis nas ruas pelos chamados “plaqueiros”, que em grande parte não são corretores profissionais. O CRECI/SC alerta para o risco dos negócios informais, feitos com pessoas não credenciadas pelo Conselho. Já no caso do golpe com o aluguel de temporada, os contraventores montam sites e perfis falsos nas redes sociais e se passam por corretores de imóveis. Pedem depósitos antecipados e, quando a família chega, não encontra a imobiliária, não existe corretor e, pior, não há imóvel.

 

Que dicas o CRECI/SC dá para as pessoas se prevenirem contra os golpes?

 

Fernando Willrich - Realize negócios exclusivamente com imobiliárias e profissionais credenciados pelo Conselho. Busque referências, não faça acordos apenas verbais, desconfie de preços muito abaixo dos praticados no mercado e tome todas as precauções sobre adiantamentos financeiros.

 

Além da campanha, quais outras ações estão sendo feitas pelo CRECI/SC?

 

Fernando Willrich - O CRECI/SC está atento e fiscalizando os falsos corretores. Este ano, pela primeira vez em sua história, o Conselho autuou mais pessoas exercendo ilegalmente a profissão do que corretores de imóveis desrespeitando as normas. Este ano também começamos um monitoramento mais efetivo de portais comerciais e redes sociais como Instagram, TikTok, LinkedIn e Facebook para uma fiscalização ainda mais intensa dos anúncios irregulares. Em apenas três meses, mais de 3 mil anúncios irregulares foram detectados na internet.

 

Fúlvio Aducci, 1214, 10° andar. Estreito - Florianópolis/SC - 88075-001

0800 941 2124

FALE CONOSCO